Diesel passa a ter 8% de biodiesel; percentual chegará a 10% em 2019

Cadastrado em 08/03/2017

Brasil deixa para trás pioneiros europeus e já é um dos maiores produtores do biocombustível no mundo, junto aos Estados Unidos.




O governo federal elevou de 7% para 8% o percentual obrigatório de mistura de biodiesel no diesel comum vendido ao consumidor. A mudança é válida desde a quarta-feira (1), quando a resolução foi publicada pelo Ministério de Minas e Energia (MME) no Diário Oficial da União.

A mistura obrigatória será elevada para 9% a partir de 1º de março de 2018 e a 10% em 1º de março de 2019, de acordo com a resolução. No Brasil, o biodiesel é feito principalmente a partir da soja.

"Com adoção do novo percentual para 8%, o Brasil também abre espaço para a redução das importações de óleo diesel, além de favorecer a agricultura familiar e o agronegócio brasileiro, por meio do incentivo à produção", disse o MME.

Segundo o ministério, o país está entre os dois maiores produtores do biocombustível, junto aos Estados Unidos, tendo ultrapassado de forma definitiva os produtores europeus, primeiros a utilizarem o biocombustível em larga escala.

Apenas nos últimos 2 anos, com a adição dos 7% do biodiesel ao diesel convencional, a capacidade instalada de produção chegou a 7,2 bilhões de litros, disse o ministério, acrescentando que o volume é suficiente para atender a mistura de 10%, estimada em 6 bilhões de litros quando da sua vigência, em 2019.

Com a elevação do percentual, a indústria brasileira de biodiesel prevê crescimento de quase 20% em 2017 ante o ano anterior, segundo o diretor-superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Donizete Tokarski.

Fonte: G1
Área do Distribuidor
Logo Noma

telefones Anfir

Copyright - 2011 - Desenvolvido por InovaClick