Indústria de materiais de Construção registra crescimento de 0,58% no primeiro semestre

Cadastrado em 21/07/2011

Os dados consolidados pelo Índice de Vendas Associação Brasileira de Materiais de Construção (Abramat) em junho apontam para um crescimento de 0,76% nas vendas internas de materiais de construção, na comparação com o mês de maio deste ano, enquanto o número de postos gerados cresceu 0,39%. Na comparação com junho do ano passado o crescimento nas vendas foi de 0,61% e o número de postos de trabalho gerados 6,27%.

As vendas de materiais de base tiveram queda de 0,55% na comparação com o mês de maio deste ano e de 3,19% na comparação com junho do ano passado. Na indústria de acabamentos a tendência de alta continua. O faturamento das vendas internas dos materiais de acabamento apresentou, em junho, um crescimento de 3,20% em relação a maio. Na comparação com junho do ano passado o crescimento foi ainda mais acentuado, de 8,30%.

Essa diferenciação entre a produção da indústria de materiais de base e de acabamento vem sendo sentida há alguns meses. "O crescimento maior da indústria de acabamento está associado a dois fatores: o avanço de obras iniciadas no começo do ano e que nesse momento entram em fase de acabamento, e a melhoria de renda da população que com o crédito fácil, incentivam as reformas", explica o presidente da ABRAMAT, Melvyn Fox.

As vendas do setor neste primeiro semestre apresentaram crescimento de 0,58% em relação ao primeiro semestre do ano passado e o acumulado nos últimos 12 meses (julho a junho) apresentou crescimento de 3,19% na comparação com os 12 meses anteriores (jul/09 a jun/10).

A expectativa para o segundo semestre é otimista, mas o baixo resultado acumulado no primeiro semestre levou a uma redução na previsão de crescimento em 2011, de 7% para 5%. "Para os próximos meses aguardamos o anúncio de continuidade da desoneração do IPI dos materiais de construção, também estamos confiantes com o avanço das obras do programa Minha Casa Minha Vida, com as obras da Copa do Mundo 2014, e as demais obras que resultam da elevada disponibilidade de crédito e do elevado nível de emprego no país", conclui Fox.

Fonte: O Empreiteiro

Área do Distribuidor
Logo Noma

telefones Anfir

Copyright - 2011 - Desenvolvido por InovaClick