Agora é oficial. Dilma autoriza duplicação da BR-423

Cadastrado em 05/09/2011

A presidenta Dilma Rousseff determinou e o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, autorizou o Governo do Estado a publicar o edital de licitação para a contratação da empresa que vai elaborar o projeto para a esperada duplicação da BR-423. A comunicação foi feita ao governador Eduardo Campos na tarde desta quinta-feira (1º), durante encontro no Ministério dos Transportes, em Brasília.
 

Mais importante via de acesso ao Agreste Meridional pernambucano, começando em São Caetano e indo até Garanhuns, a BR-423 é o canal de escoamento da produção da maior bacia leiteira do estado e fator essencial à mobilidade de grande contingente da população.
 

Na audiência, o governador esteve acompanhado pelos secretários Danilo Cabral (Cidades), Isaltino Nascimento (Transportes) e pela diretora do DER, Érica Luna. O novo presidente do DNIT, Jorge Ernesto Pinto Fraxe, que tomará posse oficialmente amanhã, participou do encontro e coordenou as providências práticas necessárias na própria mesa de reunião.

 

A elaboração do projeto executivo para a obra está orçada em R$ 7 milhões, recursos que serão repassados pelo Ministério. O governador já havia solicitado a verba no ano passado. Com a provável publicação do edital de licitação no começo da próxima semana, a previsão é de que seja entregue em 70 dias, quando será aberta, imediatamente, a licitação para a obra, que tem custo estimado em R$ 500 milhões. Segundo Eduardo Campos, serão feitos esforços para que a obra seja contratada ainda este ano, e que, no primeiro trimestre de 2012 esteja a todo vapor.

 

Durante o encontro com Paulo Sérgio Passos, o governador Eduardo Campos tratou de outros assuntos relacionados com a realização de obras rodoviárias no estado. O principal ponto foi a liberação de recursos para obras já contratadas e em execução em parceria União/Estado, casos da BR-104 e da BR-408. O governador tratou, também, do início das obras de requalificação da PE-60, que serão realizadas pelo Estado, em parceria com o Ministério dos Transportes e o DNIT.

 

No total, foi pleiteada a liberação de R$ 114 milhões, recursos necessários à intensificação do ritmo das obras, agora que é chegado o verão e o fim da temporada chuvosa, que praticamente inviabiliza a construção e recuperação de estradas na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata.

 

Fonte: Folha de Pernambuco - Recife/PE

Área do Distribuidor
Logo Noma

telefones Anfir

Copyright - 2011 - Desenvolvido por InovaClick